Condomínios americanos: conheça um pouco mais

You are currently viewing Condomínios americanos: conheça um pouco mais

Apesar de parecem iguais, os condomínios americanos, de casas e de apartamentos, possuem características bem peculiares daquelas que estamos acostumados a ver nos condomínios brasileiros.

Neste texto, citamos algumas particularidades sobre a gestão e a organização destes empreendimentos. Para saber mais sobre as diferenças entre os condomínios do Brasil e dos Estados Unidos, continue esta leitura. 

Tipos de moradias nos Estados Unidos

Primeiramente, vamos falar sobre alguns tipos de moradias nos Estados Unidos. Elas se diferenciam, principalmente, pela funcionalidade, estética e espaço. Os mais conhecidos são:

  • Apartments: os ambientes são separados por cômodos e, nos andares, pode haver uma ou mais unidades, assim como no Brasil. Geralmente, são destinados exclusivamente para aluguéis; 
  • Condos: são imóveis parecidos com os apartamentos, mas que são geralmente comprados e vendidos por moradores e investidores do ramo. Possuem áreas comuns como: playground, lavanderia, academia e piscina que possuem regras de acordo com a associação dos moradores do local;
  • Townhouse: casas geminadas, construídas algumas vezes sob o mesmo telhado. Possuem valor acessível;
  • Kitnet, Studios e Lofts: são moradias pequenas e práticas, destinadas às pessoas que moram sozinhas. Seus ambientes são integrados. Geralmente, a cozinha está junto à sala e até mesmo ao quarto;
  • Casas independentes ou Single Family: são residências maiores, com mais privacidade e com quintais espaçosos para colocar piscinas e churrasqueiras, por exemplo. 

Tipos de condomínios americanos

Alguns condomínios de casas são de moradias geminadas, podendo ser 2, 4 ou 6 casas. 

Geralmente, essas casas possuem o mesmo tamanho e os condomínios possuem alguma área de lazer em comum. 

O mesmo pode acontecer em condomínios de apartamentos. Parecidos com os condomínios do Brasil, as áreas de lazer são compartilhadas com os demais condôminos. Além disso, uma empresa administra essas áreas comuns e são responsáveis por algumas atividades, como, por exemplo: 

  • Cuidado com os jardins;
  • Recolhimento do lixo;
  • Manutenção das estruturas externas.

Vale destacar que também podemos encontrar nos Estados Unidos, assim como no Brasil, condomínios exclusivamente residenciais, somente comerciais ou condomínios mistos, com unidades residenciais nos andares superiores e com empresas, escritórios e comércio nos andares pavimentos inferiores. 

Figura do síndico 

É muito comum, nos Estados Unidos, que empresas administrem os condomínios, ou seja, muitas pessoas que cuidam da parte contábil ou compras, não morem nos condomínios. 

O que pode ocorrer é a presença de um zelador que pode, sim, morar no condomínio. Lá, ele exerce a função, cuidando dos afazeres do dia a dia no local, como a manutenção da estrutura, por exemplo. 

Além das administradoras que cuidam dos condomínios, também é possível encontrar a figura do landlord, que seria, basicamente, a tradução para “síndico”. Nesse caso, o landlord também vive no condomínio e pode ser dono de um ou mais imóveis do local. 

O landlord é responsável pela manutenção do condomínio, tanto das áreas externas (jardins, garagens, piscinas), como nas áreas internas (troca de lâmpadas e outros reparos nos apartamentos). 

Conselho

Os membros dos conselhos dos condomínios americanos não recebem nenhuma remuneração ou benefício. O trabalho é somente voluntário. Geralmente, os membros são proprietários dos imóveis e participam de assembleias. 

Regimento Interno

Curiosamente, os condôminos não participam das assembleias dos condomínios, elas são raras de ocorrerem e a participação conta apenas com os membros do conselho, mas existe a House of Rules, o que podemos traduzir como o nosso Regimento Interno. 

O Regimento Interno são regras criadas para serem seguidas por todos os condôminos. As regras tratam basicamente dos horários estabelecidos, como utilizar as áreas comuns do condomínio, por exemplo. 

Gostou de saber um pouco mais sobre os condomínios americanos? O seu condomínio possui alguma característica parecida com os condomínios dos Estados Unidos? Para acompanhar mais conteúdos como este, siga nossas redes sociais. 

Deixe um comentário