Elevador no condomínio: conheça algumas regras importantes!

  • Categoria do post:Administração
  • Última modificação do post:13 de junho de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura
Você está visualizando atualmente Elevador no condomínio: conheça algumas regras importantes!

Como acontece com todas as áreas comuns, o uso do elevador no condomínio também deve ter normas que precisam ser seguidas. Então, cabe ao síndico estipular regras para melhorar a utilização do equipamento e evitar conflitos para os condôminos.

Aliás, vale lembrar que elas são enquadradas como obrigatórias. Por esse motivo, listamos as normas mais importantes que você pode colocar em prática em seu condomínio. Confira!

Quais as principais normas sobre uso de elevador no condomínio?

A seguir, conheça os pontos que mais merecem a atenção do síndico em relação a esse equipamento.

Restrição para mudanças e demais cargas

Normalmente, os condomínios possuem dois elevadores por torre. Nesses casos, um deles é considerado de serviço, ou seja, para o transporte de compras, mudanças e demais cargas, enquanto o outro é mais usado para o uso rotineiro dos moradores. Então, é importante estabelecer uma divisão entre eles.

Uma boa dica é colocar uma placa de identificação para cada um. Porém, se no condomínio onde você é síndico houver apenas um elevador por torre, o ideal é restringir o horário para o transporte de cargas mais volumosas e pesadas. Isso permitirá que ele não fique interditado nos períodos em que há um fluxo maior de pessoas.

Boa convivência

Mesmo que o uso do elevador seja por pouco tempo, também é importante ter regras durante a sua utilização. Isso garantirá que todos sempre se sintam confortáveis enquanto usam.

Alguns exemplos para melhorar a convivência do uso do elevador no condomínio são:

  • dar preferência para a entrada e o uso de pessoas idosas ou com deficiência;
  • não utilizar o celular no viva-voz nem ouvir música sem o fone de ouvido;
  • chamar apenas um elevador por vez;
  • evitar falar palavrões enquanto estiver no elevador.

Capacidade máxima

Obedecer à capacidade de carga máxima no elevador é imprescindível para manter a segurança de todos os usuários. Sendo assim, deixe visível um aviso com o peso máximo. Além disso, é importante verificar sempre se todos estão seguindo essa regra.

Situações de emergência

Outro ponto importante é sobre como agir em situações de emergência, como a falta de luz ou um incêndio. É essencial que os moradores estejam preparados para esse tipo de circunstância, tanto enquanto estiverem usando o elevador como quando estiverem fora.

Manutenções

Manter uma frequência de manutenções dos elevadores do condomínio é outro cuidado que o síndico precisa tomar. Essa medida serve para garantir não apenas a segurança, mas também que os equipamentos estejam sempre nas melhores condições.

Para evitar transtornos, avise aos moradores sobre as datas e os horários em que as manutenções serão feitas. Desse modo, eles podem se programar melhor para realizar mudanças ou transportar cargas mais pesadas ou volumosas.

Além disso, sempre que possível, agende as manutenções para os horários em que há um fluxo menor de pessoas utilizando os elevadores.

Como deixar os condôminos cientes das normas?

Uma forma prática e muito eficaz de deixar as regras e os avisos bem visíveis é substituir o tradicional quadro de recados no elevador por telas digitais de comunicados (Eletromidia). O que mantém os avisos atualizados e garante que todos ficarão cientes de como se portar no local.

Achou o conteúdo relevante? Curta nossas redes sociais para novidades sobre gestão condominial.

Este post tem um comentário

Deixe um comentário