fbpx
+55 31 3218 5000

Quais as funções de uma Administradora condominial? Entenda.

Quais as funções de uma Administradora condominial? Entenda.

A gestão eficaz de um negócio é o que garante seu crescimento, seja qual for seu nicho. Acontece o mesmo com os condomínios. Por isso, é cada vez mais comum e necessária a contratação de uma administradora condominial, que torna a gestão mais eficiente.

É bastante complicado que o síndico consiga sozinho manter tudo em ordem, pois a rotina é repleta de responsabilidades, como realização de assembleia de condomínio, contratação de funcionários, emissão de boletos, manutenção do empreendimento, gerenciamento das contas e tantas outras obrigações.

Neste conteúdo, você entenderá a importância de contar com uma empresa especializada em administração condominial e como escolher a melhor. Acompanhe!

Quais as funções de uma administradora condominial?

Uma administradora de condomínios é uma empresa especializada em gestão predial e que atua como braço direito do síndico, que, muitas vezes, não conhece toda a legislação que envolve as atividades atribuídas às suas tarefas. Além disso, há o fato de serem tantas as responsabilidades que envolvem a gestão que é difícil manter tudo em dia.

Entretanto, é normal que haja dúvidas com relação à diferença entre as funções do síndico e de uma administradora. A empresa fica responsável por cuidar de toda a parte administrativa, contábil e de recursos humanos.

Ou seja, toma conta da parte mais burocrática e que envolve um conhecimento mais técnico. Assim, as principais atribuições da administradora são:

  • oferecer assessoria ao síndico e aos moradores;
  • emitir os boletos das taxas condominiais;
  • elaborar as folhas de pagamento e os contratos de trabalho dos funcionários;
  • administrar os encargos previdenciários;
  • organizar e armazenar os documentos do condomínio;
  • fazer a gestão tributária e contábil;
  • gerenciar o fundo de reserva;
  • aplicar multas e advertências;
  • realizar cobranças em caso de inadimplência;
  • elaborar o planejamento financeiro e previsão de orçamentos;
  • montar os demonstrativos de receitas e despesas.

Qual o papel da assembleia de condomínio na escolha da administradora?

De acordo com o segundo parágrafo do artigo 1348 do novo Código Civil, uma assembleia geral elege o síndico e permite que ele terceirize total ou parcialmente as funções administrativas do condomínio, salvo disposto contrário na convenção do condomínio. Dessa forma, o síndico tem pleno poder para contratar a empresa.

Normalmente, ele lista ao menos três opções para analisar os preços e qualidade dos serviços prestados e, assim, escolher a que oferece melhor custo-benefício. Após a escolha, a decisão geralmente é levada para uma assembleia de condomínio que deverá ratificá-la ou não. Na maioria das vezes, a escolha é aprovada.

Como escolher a melhor gestora condominial?

É fundamental que o síndico escolha uma administradora condominial idônea e com boa qualificação. Afinal, ele é o representante legal do empreendimento e se a empresa errar e ficar comprovada a culpa do síndico, seja por ação, seja por omissão, a responsabilidade também recai sobre ele. Do mesmo modo, é importante que a assembleia de condomínio analise a idoneidade da empresa para aprová-la ou não.

Portanto, na hora de avaliar as empresas, é preciso considerar os seguintes fatores:

  • histórico da empresa: verifique há quanto tempo atua no mercado e quais condomínios já foram e ainda são administrados por ela. Em seguida, entre em contato com os síndicos de tais empreendimentos;
  • orçamento: considere também o valor da prestação de serviços e desconfie de orçamentos muito abaixo dos praticados no mercado;
  • cobranças extraordinárias: analise se há alguma cobrança por serviços extras, como entrega de declarações e outras funções;
  • cláusulas do contrato: leia com atenção todas as cláusulas dos contratos, principalmente as que se referem às incumbências da administradora;
  • suporte: pesquise sobre o atendimento dado, qualificação dos profissionais e disponibilidade da empresa em realizar suas atribuições;
  • diferencial: busque por empresas que oferecem além do básico.

Como você viu, contar com uma administradora condominial é essencial para garantir uma gestão eficaz e transparente.

Para isso, o síndico deve apresentar à assembleia do condomínio uma empresa renomada e com vasta experiência no mercado, como a PACTO Administradora & Corretora de Seguros, que conta com departamento exclusivo para cobranças, além de oferecer suporte contábil, financeiro e de consultoria.

Quer ter acesso a todos esses serviços? Então entre em contato conosco e conheça nossas propostas!

Deixe uma resposta

Fechar Menu